Olá! Tuesday, 11 de December de 2018.



Dicas CódigoFonte.net
Monday, 19 de November de 2007

Integridade no Banco de Dados

Olá Pessoal, tudo jóia?

Comecei este artigo pensando em falar sobre Constraints no SQL Server, mas antes, deveria falar sobre o que é uma integridade no banco de dados, então, resolvi preparar este artigo que descreve os tipos e exemplifica cada um deles.

Vamos lá!

Integridade é fundamental!

Quando vamos projetar um banco de dados, imaginamos as possíveis formas para que nossa aplicação grave os dados corretamente no banco de dados, mas as vezes, esquecemos de definir, a nível de banco, quais as validações que devem ser feitas para evitar inconsistências nos dados e que, futuramente, se tornariam dores de cabeça.

Em um banco de dados, possuímos 3 formas de integridade:

- Integridade de Domínio
- Integridade de Entidade
- Integridade Referencial

Integridade de Domínio

Neste tipo de integridade, as validações ocorrem em cada campo de nossa tabela (ou entidade), como por exemplo se um campo deve aceitar valores Null ou apenas uma faixa de valores, por exemplo:

Temos um campo Sexo, que só deve aceitar valores do tipo M ou F e, independente de nossa aplicação, não deverá aceitar outros valores. Com integridade de domínio, podemos fazer isto facilmente.

Integridade de Entidade

Já na integridade de entidade, temos validações um nível acima, onde definimos quais campos de nossa tabela são chaves primárias (PK) ou únicas (UK).

Um exemplo de chave única é o campo de CPF que nunca pode se repetir.

OBS: Geralmente chaves únicas são chamadas de chaves candidatas, pois são candidatas a chave primária, mas não são uma.

Integridade referencial

E por último, mas não menos importante, vemos a integridade referencial, onde criamos nossas referências a campos do tipo PK ou UK de outras tabelas, as famosas chaves estrangeiras. Lembre-se que eu não posso criar uma referência (relacionamento) de uma coluna se esta não for uma chave primária de outra tabela.

Este tipo de integridade é fundamental para verificar se um dado será inserido de forma correta e, como é uma chave estrangeira, se este dado realmente existe. Como é isso 'Bial'?

Vamos tirar por exemplo uma tabela chamada PEDIDO e uma CLIENTE. Eu só posso adicionar um registro de PEDIDO se existir um CLIENTE relacionado a ele, e é assim que as verificações acontecem, no momento da inclusão ou alteração, o SGBD verifica se o registro existe e caso não, retorna um erro.

Bom, vimos neste artigo um pouco sobre integridade no banco de dados, no próximo irei falar sobre como criar constraints no SqlServer para que possamos pôr em prática aquilo que vimos hoje.

Até a próxima.

Comentários do artigo [Novo comentário]

Bruno Ferreira Dos Reis - 31 de October de 2008 - 20:24
ola....tudo bom com vc
fernando sousa - 15 de April de 2009 - 18:13
construi um site em html, mas queria meter um formulario. gostaria de saber como fonciona a criação da base de dados e como tudo fonciona?
obrigado.
William - 05 de May de 2009 - 13:56
e dois TBM queria sabe como fazer Formulario e deixa tudo certinho pras pessoas poderem Loga no meu site com Loguin e senha
e se faze cadastramento
ALECIO MELO DA SILVA - 19 de November de 2014 - 23:39
GOSTEI
Bruno - 30 de June de 2016 - 16:45
<a href="http://imind.com.br">>Excelente</a explicação.
Paulo henrique de Souza - 30 de August de 2018 - 17:48
ola estou tentando me conectar com o banco de dados mas esta dando erro fiz o formulario fiz a parte de php conferi varia vez e sem sucesso alguem poderia me da uma dica
Para adicionar um comentário você deve efetuar o login


Gostou do CódigoFonte.net? Quer indicar a um amigo?
Preencha os campos a seguir.
Seu Nome:
Seu E-mail:
E-mail de seu Amigo:


CodigoFonte.net » Meu Mural » Competiva - Criação de Sites » Todos os Direitos Reservados © 2002/2010